Página inicial da Elnet [alt+0]
Buscar no site inteiro
| Busca avançada
Entrar
Salvar senha
Elnet Mobile (nova janela) [alt+2]
Receba nossas notícias no celular
Canais:
Operadora:
Número do Celular:
Receba nossas notícias pelo celular
Condições do serviço

Cancelamento
Newsletter
Receba nossas notícias e promoções por email
Nome:
E-mail:
Cadastre seu e-mail e receba nossa NewsletterCancelar o recebimento da Newsletter
Home » familia
Terça Feira, 11/12/2007
Infarto! Você sabe o que fazer?
Dicas para socorrer alguém com infarto
Marcella Bastos
Cerca de um terço das pessoas que sofrem infarto não sobrevivem
Cerca de um terço das pessoas que sofrem infarto não sobrevivem

Se você come muita gordura, trabalha fora, tem vida sedentária e está acima do seu peso ideal, é forte candidato a sofrer um ataque cardíaco. O quadro fica ainda pior se você for diabético ou tiver casos de infarto na família.

O infarto é o resultado de uma série complexa de eventos acumulados ao longo dos anos, mas pode ser caracterizado pela oclusão das artérias coronárias em razão de um processo inflamatório associado à aderência de placas de colesterol em suas paredes. O desprendimento de um fragmento dessas placas ou a formação de um coágulo de sangue, um trombo, dentro das artérias, acarreta o bloqueio do fluxo de sangue causando sérios e irreparáveis danos ao coração.

É preciso estar atento, pois o infarto é uma ocorrência muito grave e requer atendimento profissional imediato. Cerca de um terço das pessoas que sofrem infarto não sobrevivem e a maioria das mortes ocorre dentro de duas horas após o ataque.

O QUE FAZER?

O maior sintoma de um infarto é a dor. A sensação é de “aperto” localizado no peito, à altura do coração. Essa dor é tão intensa que provoca suores frios, náuseas, vômitos e vertigens. A dor costuma irradiar para os ombros e braços (geralmente o esquerdo), para a mandíbula e costas, além da projeção do estômago no abdômen.

Caso você esteja com alguém que apresente esses sintomas por mais de dez minutos, não perca tempo, procure socorro urgente. Mas, enquanto aguarda ajuda é preciso fazer os seguintes procedimentos:

1º) Mantenha a pessoa aquecida e calma. Não dê nada para beber ou comer.

2º) Se a pessoa desfalecer, verifique sua respiração e pulso. Na ausência desses sinais vitais, inicie imediatamente os procedimentos adequados de recuperação cardiopulmonar, mantendo-os até que o socorro chegue.

3º) Não tente transportar a pessoa desfalecida, porque ela corre sério risco de morrer no caminho. Coloque-a em posição confortável, levemente inclinada e afrouxe suas roupas.

4º) Transmita confiança ao infartado e evite entrar em pânico.

E SE A VÍTIMA FOR EU?

Caso esteja dirigindo, a primeira providência é parar o carro e evitar andar e carregar peso, mesmo que a dor seja mínima. O segundo passo é tossir com força repetidas vezes. Inspire antes de tossir, tussa profunda e prolongadamente, como se estivesse expelindo catarro de dento do peito. Repita a seqüência inspirar/tossir a cada dois segundos, até que chegue algum auxílio ou até que o coração volte a funcionar normalmente.

A inspiração profunda leva oxigênio aos pulmões e a tosse contrai o coração e faz com que o sangue circule. A pressão da contração no coração também ajuda a retomar o ritmo normal. Desse modo, é possível que você faça uma ligação e, entre as inspirações, pedir ajuda.

® ELNET 2006 - Todos os Direitos Reservados.